0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt

Projectos Futuros do Santuário

 
 
A grande preocupação do Santuário Nacional de Cristo Rei é criar as condições necessárias para que cada Peregrino/Visitante, sinta neste local, aquela Paz interior de que nos fala o Evangelho de Jesus.
 
Neste sentido, qualquer projecto que se faça, terá sempre como premissa a transmissão da mensagem de Paz que é portador da própria Imagem de Cristo Rei.
 
Os sinais visíveis presentes no Santuário, querem assim dar a conhecer os grandes Mistérios da Fé Cristã.
Num mundo marcado por divisões de vária ordem, a imagem de Cristo-Rei do Alto do Pragal, em Almada, é referência da paz e harmonia interior, capaz de transformar os corações individuais e contagiar os corações colectivos.
 
Sendo um Santuário dedicado ao Sagrado Coração de Jesus, as estruturas futuras a criar, terão sempre presente esta espiritualidade: “Deus através do Amor deseja conquistar para Si toda a Humanidade”.
 
Como nos dizia o Servo de Deus o Papa João Paulo II, "só a via do Amor converte os corações e lhes dá a Paz."
Com esta grande preocupação espiritual, o Santuário pretende fazer vários projectos.
 
A longo prazo:
 
1 – Embelezamento da base do pedestal que suporta a imagem de Cristo Rei, com trabalho de escultura em bronze, pelos quais será transmitida a espiritualidade do Santuário.
 
2 – Arrelvamento dos terrenos envolventes.
 
 
 
A curto e médio prazo:
 
1 – Construção da Via-Lucis.
 
2 – Colocação de uma Imagem do Imaculado Coração de Maria no recinto do Santuário.
 
3 – Embelezamento das fachadas exteriores da capela com baixos relevos em bronze.
 
4 – Construção de um espaço coberto provisório para grupos até 500 pessoas.
 
 
Devido à importância estratégica que ocupa o Monumento a Cristo Rei, a Câmara Municipal de Almada, com a devida concordância do Santuário, fez um estudo sobre o enquadramento estratégico do Santuário na cidade, de forma que possa o Plano Director Municipal ser alterado de maneira a permitir a construção dos seguintes equipamentos:
 

1 – Albergue para Peregrinos

2 – Zona de Restauração

3 – Anfiteatro polivalente

4 – Esplanada para grandes celebrações

5 – Núcleo Museológico

6 – Parque de Estacionamento

7 – Caminhos Pedonais

8 – Zonas Verdes

 
Nestes projectos materiais, o Santuário quer criar as condições necessárias para que todos aqueles que nos visitam possam preencher o seu interior e interrogarem-se sobre o Amor Misericordioso de Nosso Senhor Jesus Cristo.
 

O Pavilhão Multiusos do Rosário 


Uma ideia do Pe Sezinando Alberto, reitor do Santuário, que pediu ajuda ao arquiteto Luís Cunha, para lhe dar um carácter mais acolhedor. 

O pavilhão do Rosário é uma resposta pastoral  aos vários grupos de peregrinos que escolhem o Santuário de Cristo Rei como lugar de encontro , reflexão, formação e de oração. 

O Santuário tem feito um grande esforço para que o local se torne cada vez mais um centro de peregrinações, um local de formação espiritual, onde os cristãos sinta uma atmosfera mais religiosa e menos turística. O espaço envolvente é aprazível ao turismo, porém o santuário leva o turista a tornar-se peregrino. 

Para se fazer uma pastoral de acolhimento, são necessários espaços físicos, sem eles nenhum santuário se pode afirmar verdadeiramente como um centro de espiritualidade. 

Por isso ao longo dos últimos anos tem criado as condições necessárias para ser procurado e visitado por vários grupos organizados que aqui querem fazer as suas formações e retiros. O santuário tem crescido significativamente em número de peregrinos, bem como, em número de grupos. Tem sido feito o esforço em construir este novo espaço multiusos que não só servirá para celebrações Eucarísticas, mas também para encontros de formação e cultura.  

O Santuário também quer ser promotor de cultura, contando assim com este novo espaço para isso É nosso propósito organizarmos aqui alguns festivais de musica ou acolhermos projetos semelhantes vindos de outras organizações. 

O Santuário neste momento não tem meios económicos para fazer uma grande igreja ou um auditório, por isso, como era necessário dar uma resposta rápida ás várias solicitações, optou-se por esta solução, que apesar do seu carácter provisório tem muita dignidade, de maneira a estar enquadrado no espaço. 

A partir desde momento, qualquer Paróquia ou Movimento, pode aqui celebrar ou formar a sua Fé, independentemente do estado do tempo. Esta obra era necessária para pudermos-nos afirmar como um grande centro espiritual da região. 

Neste novo equipamento cabem 750 pessoas sentadas comodamente. Contamos que até 2017 criar um novo rosto ao Santuário de Cristo Rei através de vários melhoramentos e construções que estão em curso, que a seu tempo serão divulgadas. 


 
 

O Museu 

 
Está também prevista a construção de um museu tendo como tema principal ”A PAZ”.
Embora ainda seja só um projecto, o Santuário já possui algumas peças para esse futuro museu como por exemplo:
  • Alfaias litúrgicas que são fruto das ofertas de ouro e jóias feitas pelos portugueses para a construção do Monumento. Não tendo sido vendidas, o ouro foi utilizado para fazer as seguintes peças: 2 Custódias, 1 Cálice com patena, 1 Píxide.
  • Cálice oferecido pelo Papa João XXIII.
  • Pequeno fragmento da cruz que o Papa João Paulo II segurou na sua última Sexta-Feira Santa, na capela privada do apartamento pontifício, quando assistia à Via-Sacra do Coliseu.
  • Cruz peitoral e anel pertencentes a D. Carlos Ximenes Belo, prémio Nobel da Paz (1996).
  • Medalha comemorativa dos 50 anos da Diocese do Lubango, em Angola, oferecida pelo Senhor Arcebispo Zacarias Kamwenho, prémio Sakharov 2001.
  • Três medalhas comemorativas dos três primeiros anos de pontificado do Papa Bento XVI, oferecidas pelo próprio.
Para além desta temática, o Museu terá uma Galeria onde constará a história da construção do Monumento e evolução do Santuário.